Bill Gates diz que Microsoft cometeu erros em estratégia móvel inicial

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 14:12 BRT
 

19 Fev (Reuters) - Bill Gates, presidente do conselho da Microsoft, disse que o ritmo de inovação da companhia nos últimos anos foi insatisfatório, e que a empresa havia cometido erros em sua estratégia inicial para os aparelhos móveis.

"Não perdemos o barco quanto aos celulares, mas a forma pela qual atuamos nesse segmento não permitiu que conquistássemos a liderança. Foi claramente um erro", disse Gates, antigo presidente-executivo da Microsoft, em uma rara entrevista à rede de TV CBS.

Gates não respondeu diretamente a perguntas sobre sua avaliação quanto ao desempenho do presidente-executivo Steve Ballmer. Afirmou que Ballmer havia realizado muito, mas que nem ele e nem seu sucessor estavam satisfeitos.

"(Ballmer) e eu somos duas das pessoas mais autocríticas que conheço", afirmou Gates.

"A liderança de Steve nos deu muitas realizações maravilhosas - o Windows 8, o computador Surface, o Bing, o Xbox. Isso é suficiente? Não. Ele e eu não estamos satisfeitos quanto a estarmos fazendo o máximo possível em termos de coisas realmente inovadoras".

Ballmer assumiu como presidente-executivo da Microsoft em fevereiro de 2000. As ações da companhia perderam 45 por cento de seu valor de lá para cá.

Joachim Kempin, antigo executivo sênior da Microsoft, afirmou em um livro sobre seu período na companhia que Ballmer não é o líder certo para a maior produtora mundial de software, mas que impôs seu domínio sobre ela forçando sistematicamente a saída de qualquer executivo em ascensão que desafiasse sua autoridade.

As críticas de Kempin ecoam as do investidor David Einhorn, da Greenlight Capital, que pediu a saída de Ballmer em 2011.

A Microsoft vem enfrentando críticas às versões de seu recente sistema operacional Windows 8 para diferentes tipos de aparelhos, e o serviço de buscas Bing da companhia conquistou pouco mercado.

(Por Sayantani Ghosh em Bangalore)