França lança plano de investimento de 20 bi de euros em banda larga

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 16:29 BRT
 

Por Elizabeth Pineau

PARIS (Reuters) - A França pretende aplicar quase 20 bilhões de euros (27 bilhões de dólares) em recursos públicos e privados ao longo da próxima década para acelerar a construção de redes de fibra ótica de alta velocidade e estimular o crescimento econômico.

Operadoras de telecomunicações como France Telecom e Vivendi têm sido lentas em investir em projetos como esse devido ao custo.

"Bandas largas de alta velocidade vão fortalecer a competitividade de nossas companhias e a qualidade de nossos serviços públicos", disse o presidente da França, François Hollande, nesta quarta-feira em discurso delineando o plano. "É uma oportunidade para preservar e desenvolver o emprego".

Alto desemprego e cortes de gastos de companhias e consumidores levaram a estagnação da economia francesa.

Hollande disse que o crescimento neste ano vai ficar abaixo da meta de seu governo, de 0,8 por cento, afastando ainda mais objetivos de redução de déficit.

Três desembolsos de mais de 6 bilhões de euros cada vão financiar o investimento em redes, disse Hollande. Um virá das operadoras de rede, outro de uma mescla de operadoras e de governos locais e o último, de recursos do Estado e governos locais.

Até 2017, o fim do primeiro mandato do presidente Hollande, 50 por cento do país estará coberto, de acordo com o plano.

O antecessor de Hollande, Nicolas Sarkozy, anunciou um plano semelhante, de 4,5 bilhões de euros, como parte de um pacote de estímulo pós-crise. Mas a relutância de operadoras em investir fora de grandes cidades impediu que deslanchasse.

O novo plano oferece uma rota diferente ao permitir que operadoras compartilhem os custos de investimento em áreas menos lucrativas.