Lucro da Telefónica decepciona em 2012 por baixas contábeis

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013 11:35 BRT
 

MADRI, 28 Fev (Reuters) - A Telefónica divulgou nesta quinta-feira lucro líquido anual menor do que o esperado depois de sofrer baixas contábeis de 2,5 bilhões de euros em áreas que incluem negócios na Irlanda e participação na Telecom Italia.

A gigante espanhola, que opera no Brasil sob a marca Vivo, promoveu uma série de vendas de ativos no ano passado para reduzir dívida e informou que planeja cortar o endividamento líquido para abaixo de 47 bilhões de euros em 2013.

"Em 2013, vamos continuar executando este processo de transformação e esperamos recuperar nosso perfil de crescimento e melhorar as tendências de margens, enquanto continuaremos a reduzir nossa alavancagem", disse o presidente-executivo Cesar Alierta, em comunicado.

Analistas esperavam que os encargos relacionados à Telecom Italia e desvalorização da moeda da Venezuela causasse um impacto de 800 milhões de euros no lucro líquido e tinham previsto um resultado positivo de 4,4 bilhões de euros, em média.

Mas a empresa também assumiu baixas contábeis de 513 milhões de euros relacionadas a suas operações na Irlanda. A companhia informou que o encargo com Telecom Italia foi de 949 milhões de euros e definiu em 417 milhões de euros o impacto gerado pela desvalorização da moeda venezuelana. Com isso, o lucro líquido da companhia em 2012 somou 3,93 bilhões de euros.

A dívida líquida da empresa somava 51,3 bilhões de euros ao final de 2012 ante 56 bilhões ao final de setembro. A Telefónica descumpriu por pouco a meta de alavancagem de 2,35 vezes o lucro operacional antes de depreciação e amortização, divulgando índice de 2,36 vezes.

(Por Clare Kane)