Groupon demite CEO e Mason admite "fracasso" como líder

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013 20:59 BRT
 

Por Alistair Barr

SAN FRANCISCO, 28 Fev (Reuters) - O Groupon demitiu Andrew Mason como presidente-executivo nesta quinta-feira, um cofundador que ganhou as manchetes com seu estilo peculiar, mas que não conseguiu reverter um declinante preço das ações e da gradual erosão de seus negócios de promoções diárias.

A líder de negócios de compras coletivas na Internet agora lançou uma busca por um novo líder para reformular a companhia, no mesmo dia em que o valor de seus papéis despencou 24 por cento após fracos resultados trimestrais.

Em uma serena carta após a demissão, Mason --conhecido por seu atípico senso de humor-- confessou estar atrapalhando a companhia que ele ajudou a fundar apenas alguns anos atrás, e que fracassou em seu papel como líder.

"Após intensos e maravilhosos quatro anos como CEO do Groupon, eu decidi que gostaria de passar mais tempo com a minha família. Brincadeira, eu fui demitido hoje. Se você está tentando adivinhar o motivo, você não estava prestando atenção", acrescentou Mason em um memorando para funcionários do Groupon e ao qual a Reuters teve acesso.

O cofundador Eric Lefkofsky e o membro do Conselho Ted Leonsis vão liderar a empresa interinamente, até um CEO permanente ser encontrado.

(Por Alistair Barr e Edwin Chan)