Grande acionista externo pede que Dell abra seus livros de contas

terça-feira, 5 de março de 2013 15:00 BRT
 

5 Mar (Reuters) - O maior acionista externo da Dell está exigindo que a fabricante de computadores pessoais abra suas contas, sinalizando que pode se tornar mais ativo na oposição à proposta do fundador Michael Dell de fechar o capital da companhia.

A Southeastern Asset Management, que tem mais de 8 por cento das ações da Dell, incluindo opções, pediu, em documento regulatório nesta terça-feira, em nome de seu maior cliente, o Longleaf Partners Fund, o acesso aos livros.

Citando o silêncio da Dell sobre a proposta em recente em recente anúncio de resultados, a Southeastern escreveu em carta anexa ao documento que "os acionistas devem ter todas as informações significativas e claras".

Um representante da Dell não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

Um crescente número de investidores na Dell, entre eles a T. Rowe Price Group, está insatisfeito com o plano de Michael Dell e parceiros de vender a fabricante por 24 bilhões de dólares.

Esses parceiros incluem a private equity Silver Lake e a Microsoft.

(Por Jennifer Saba)