Telefónica e sindicatos negociam cortes em pagamentos na Espanha

terça-feira, 12 de março de 2013 17:46 BRT
 

MADRI, 12 Mar (Reuters) - A companhia espanhola de telecomunicações Telefónica iniciou negociações com sindicatos trabalhistas sobre o corte de custos em seu país sede, que tem sido afetado pela recessão econômica e pela forte concorrência.

Representantes sindicais disseram que a Telefónica iniciou as conversas na segunda-feira, com proposta de reduzir os pagamentos de bônus de verão e de Natal em 50 por cento, reduzir dias de folgas por motivos pessoais e cortar pagamento extra por trabalhos em fins de semana, entre outras medidas.

As receitas da Telefónica na Espanha caíram 13 por cento no ano passado, sob pressão em um mercado onde 25 por cento da força de trabalho do país está desempregada. A empresa informara em 2011 que cortaria 6,5 mil postos de trabalho na Espanha em três anos.

No Brasil, a Telefônica Brasil planeja eliminar mil empregos, de acordo com sindicato do setor.

Representantes de trabalhadores na Espanha disseram rejeitar as mais recentes propostas da empresa para cortes em pagamentos e que o processo pode durar meses antes de decisões finais.

"Nós expressamos nossa total rejeição a qualquer tipo de redução salarial", disseram os sindicatos CGT e CCOO em comunicado nesta terça-feira.

A companhia quer cortar custos para garantir oportunidades de emprego no futuro, de acordo com fontes da Telefónica.

(Por Clare Kane)