Vendas de computadores no Brasil devem cair 7% em 2013--IDC

terça-feira, 19 de março de 2013 17:59 BRT
 

19 Mar (Reuters) - As vendas de computadores pessoais no Brasil no ano passado caíram 2 por cento sobre 2011, para 15,5 milhões de unidades, informou a empresa de pesquisas IDC nesta terça-feira.

Nesse cenário de queda nos volumes, a expectativa do IDC é que as vendas caiam 7,2 por cento em 2013, para 14,4 milhões de unidades.

Durante o quarto trimestre, as vendas totalizaram 3,7 milhões de unidades, queda de 8 por cento sobre trimestre anterior, desapontando em um período que geralmente tem vendas mais fortes, apurou o IDC em relatório trimestral.

Os equipamentos portáveis, laptops, foram a maioria, com 59 por cento do total, enquanto os computadores de mesa, ou desktops, representaram os 41 por cento restantes.

"A queda se deu porque muitos varejistas ainda tinham estoques dos trimestres anteriores, formados com base no otimismo do início do ano em relação à economia do País", afirmou Camila Pereira Santos, analista de mercado do IDC Brasil, em nota à imprensa.

Também ajudou nessa queda o fato de que o usuário doméstico, que durante 2012 representou 66,6 por cento do mercado total de computadores, optou por dispositivos mais baratos como tablets e smartphones, disse o IDC.

A Positivo Informática já havia anunciado em seu balanço de resultados vendas estáveis em 2012.

O Brasil é o quarto mercado mundial de PCs em número de vendas, atrás de China, Estados Unidos e Japão, segundo o IDC.

(Por Sérgio Spagnuolo, no Rio de Janeiro)