Google iniciará vendas de 2a geração do Nexus 7 em julho, dizem fontes

quarta-feira, 3 de abril de 2013 11:16 BRT
 

Por Clare Jim

TAIPEI, 3 Abr (Reuters) - O Google lançará a nova versão de seu tablet Nexus 7 com o processador Snapdragon da Qualcomm em meados de julho, disseram duas fontes à Reuters, ao passo que a gigante de software se aprofunda no mercado de dispositivos móveis de preços reduzidos.

O Google quer atingir até 8 milhões de tablets produzidos pela Asustek no segundo semestre, lançando o desafio para outros tablets de menor valor como o Kindle Fire, da Amazon.com, e o iPad mini, da Apple, segundo as fontes com conhecimento do novo produto.

Esta é a primeira vez que detalhes sobre o prazo e a meta de vendas do novo tablet do Google foram revelados, apesar de a companhia não ter divulgado nenhum informação para o público.

A empresa, que tem quase todo seu ganho proveniente de anúncios online, quer que o tablet Nexus seja um sucesso, uma vez que mais usuários do produto significaria maior exposição às propagandas no Google.

A versão mais recente terá uma tela com resolução maior, design mais fino da moldura e processador da Qualcomm, em vez do Tegra 3, da Nvidia, que foi usado nos primeiros Nexus 7 lançados neste ano, disseram as fontes.

Um porta-voz do Google não quis comentar sobre o novo tablet. Qualcomm e Nvidia também se recusaram a responder questões sobre o assunto.

O Google e outras empresas que não atuam tradicionalmente em hardware, como Amazon e Microsoft, começaram a fazer incursões no mercado de dispositivos móveis, à medida que consumidores têm cada vez mais acesso à Web em qualquer lugar.

O primeiro tablet do Google foi apresentado em junho do ano passado, com a expectativa de replicar o sucesso de seu smartphone em um mercado altamente disputado, agora dominado por Kindle Fire e iPad.

(Reportagem adicional de Edwin Chan e Alexei Oreskovic, em San Francisco)

 
Funcionário do Google posa com tablet Nexus 7 em evento promocional em Seul, na Coreia do Sul, em setembro de 2012. 27/09/2012 REUTERS/Kim Hong-Ji