SanDisk eleva meta para 2013 após alta de 11% na receita trimestral

quarta-feira, 17 de abril de 2013 20:36 BRT
 

SAN FRANCISCO, 17 Abr (Reuters) - A SanDisk elevou sua projeção de receita para este ano e disse esperar preços mais altos para seus chips de memória NAND, que são utilizados em smartphones e tablets.

As declarações da vice-presidente de Finanças, Judy Bruner, a analistas numa teleconferência trimestral nesta quarta-feira ajudou a reverter perdas no papel da SanDisk após a companhia anunciar resultados trimestrais que decepcionaram Wall street, apesar de superarem as expectativas.

A SanDisk disse que espera um equilíbrio "saudável" entre demanda e oferta neste ano. Mas a empresa também reafirmou planos para elevar sua oferta de NAND em menos do que a média da indústria, estratégia que deve ajudar a sustentar os preços, mas pode limitar a alta de embarques da companhia.

Judy disse à Reuters em uma entrevista separada que crescimento mais lento da oferta neste ano vem após crescimento num ritmo mais rápido que o resto da indústria em 2012.

"Neste ano, estamos crescendo menos do que o resto da indústria. Mas com o tempo, eu acredito que vamos manter nossa participação", disse ela.

A SanDisk elevou sua meta de receita para 2013 para uma faixa entre 5,6 bilhões e 5,75 bilhões de dólares, ante uma faixa anterior de 5,3 bilhões a 5,6 bilhões de dólares.

A receita trimestral da empresa cresceu 11 por cento na comparação anual para 1,34 bilhão de dólares. Analistas, em média, esperavam receita de 1,3 bilhão para o primeiro trimestre.

O lucro líquido foi de 166 milhões de dólares, ou 0,68 dólar por ação, ante 114 milhões de dólares, ou 0,46 dólar por ação, um ano antes.

O lucro por ação não-GAAP foi de 0,84 dólar, ao passo que analistas esperavam 0,79 dólar.

(Por Noel Randewich)