Lucro trimestral da Microsoft sobe; CFO deixará empresa

quinta-feira, 18 de abril de 2013 17:44 BRT
 

Por Bill Rigby

18 Abr (Reuters) - A Microsoft informou nesta quinta-feira que o vice-presidente financeiro (CFO), Peter Klein, vai deixar a empresa de software, que luta contra a queda nas vendas de computadores pessoais e uma recepção fria de consumidores a seu sistema operacional Windows 8.

Klein, na Microsoft há 11 anos, é o mais recente numa série de executivos de alto escalão que estão deixando a companhia, após o chefe da divisão Windows, Steven Sinofsky, em novembro passado. Alguns questionaram se o atual presidente-executivo, Steve Ballmer, ainda é o líder adequado para a empresa, cujas ações ficaram essencialmente estáveis na última década.

A ação da Microsoft subiu 1,5 por cento no after-market.

A maior companhia de software do mundo registrou lucro de 6 bilhões de dólares, ou 0,72 dólar por ação, no terceiro trimestre fiscal, ante 5,1 bilhões, ou 0,60 por ação, na comparação anual. O resultado superou a estimativa média de Wall Street, de 0,68 dólar por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Analistas têm reduzido projeções de lucro para a Microsoft à luz da queda nas vendas de PCs.

O lucro foi auxiliado pela receita diferida nas operações com video games, Office e Windows, mas prejudicado por uma grande multa aplicada por reguladores antitruste europeus por quebra de promessas ligadas à diversificação da escolha de navegadores na internet em sua plataforma Windows.

As vendas cresceram para 20,5 bilhões de dólares, ante 17,4 bilhões de dólares no ano anterior, em linha com estimativas de analistas.

(Por Bill Rigby)