Blackstone desiste de compra da Dell após queda do mercado

sexta-feira, 19 de abril de 2013 20:17 BRT
 

NOVA YORK/SAN FRANCISCO, 19 Abr (Reuters) - As ações da Dell caíram para o menor patamar em dois meses nesta sexta-feira após o Blackstone Group ter se retirado de uma disputa para comprar a companhia, citando um declinante mercado de computadores pessoais que tem reduzido previsões financeiras para terceira maior empresa PCs do mundo.

A saída da gestora de investimentos facilita o caminho para o fundador Michael Dell e o fundo Silver Lake seguirem adiante com um acordo de 24,4 bilhões de dólares para fechar o capital da empresa por 13,65 dólares por ação, uma transação que pode ser a maior compra alavancada envolvendo private equity desde a crise financeira de 2008.

As ações da Dell caíram 4 por cento e fecharam o pregão em 13,4 dólares, abaixo do preço de oferta e o menor patamar desde 6 de fevereiro.

Na sexta-feira, a Dell disse que seu comitê especial, estabelecido para revisar as ofertas concorrentes, estava em contínuas discussões tanto com o bilionário fundador da empresa quanto com outro interessado, o investidor ativista Carl Icahn, e acrescentou que ainda vê um fechamento para a operação no segundo trimestre fiscal.

A oferta do Silver Lake e de Michael Dell, entretanto, tem levantado a ira de grande investidores, incluindo o acionista independente Southeastern Asset Management, que se queixa que a oferta subvaloriza a companhia.

O Blackstone inicialmente ofereceu 14,25 dólares por ação. Icahn, que tem uma fatia significante na empresa, permanece na briga com sua proposta de 15 dólares por ação por 58 por cento da Dell.

(Por Nadia Damouni, Greg Roumeliotis, Jessica Toonkel, Soyoung Kim e Edwin Chan)