Receita do Google Play dispara, mas continua aquém da Apple

segunda-feira, 22 de abril de 2013 15:00 BRT
 

Por Somang Yang

SEUL, 22 Abr (Reuters) - As receitas da loja de aplicativos do Google estão crescendo mais rapidamente do que as da Apple, a qual, no entanto, ainda domina as vendas totais, mostra uma pesquisa de mercado com informações sobre o primeiro trimestre.

As lojas de aplicativos arrecadaram coletivamente 2,2 bilhões de dólares nos primeiros três meses de 2013, de acordo com a empresa de pesquisa de mercado Canalys.

A empresa diz que a loja de aplicativos da Apple gerou 1,48 bilhão de dólares em receitas, contabilizando 74 por cento do total no período de janeiro a março. A receita do Google Play totalizou 18 por cento.

Outras informações da empresa de análise App Annie, mostrou que a receita da loja de aplicativos do Google ficou em 38,5 por cento sobre a da Apple, um grande ganho ante um ano atrás quando era de apenas 10 por cento, à medida que seu sistema operacional Android o ajudou a ganhar aproximadamente 70 por cento do mercado global móvel.

Impulsionada pelo crescimento dos dispositivos móveis acionados pelo sistema operacional Android, em grande parte fabricados pela Samsung Electronics e outros concorrentes, a receita do Google Play saltou 90 por cento no primeiro trimestre em relação ao quarto trimestre, de acordo com a App Annie.

A receita da loja da Apple cresceu 25 por cento no mesmo período, resultando em preocupações sobre a companhia cujas ações já caíram mais de 11,8 por cento em abril, sob temores de uma demanda mais fraca por seus dispositivos iPhone e iPad.

"Embora o Google esteja se aproximando, a Apple tem essa vantagem inicial em receitas a qual, em tendências atuais, não esperamos que o Google ultrapasse a Apple até algum momento em 2016", disse o analista-chefe da Canalys, Adam Daum, em uma entrevista por email à Reuters.