Presidente da Fifa tem conta no Twitter invadida por hackers

segunda-feira, 22 de abril de 2013 16:40 BRT
 

LONDRES, 22 Abr (Reuters) - A conta no Twitter do presidente da Fifa, Joseph Blatter, foi invadida por hackers nesta segunda-feira com uma série de tweets bizarros dizendo que ele estava deixando o cargo e que estava envolvido em corrupção.

Um comunicado da Fifa confirmou que a conta tinha sido hackeada: "Algumas contas da Fifa, incluindo @SeppBlatter e @fifaworldcup, foram hackeadas. Em caso de dúvida, por favor verifique qualquer informação com o escritório da Fifa."

As mensagens falsas na conta de Blatter incluíram um retweet da Copa do Mundo, que afirmava: "Foi decidido que o presidente Sepp Blatter vai renunciar devido a acusações de corrupção."

Outro tweet na página de Blatter dizia: "Então, e eu pegasse dinheiro do príncipe do Catar? Sou o ganhador de pão da família", antes de se declarar arrependido.

"Sua excelência o Emir do Catar é a figura mais generosa que já conheci" e "Eu não peço desculpas por minha decisão. Tenho feito o melhor para a Fifa. Durante quase 15 anos tenho trabalhado pesado para esta organização."

A conta oficial da Copa do Mundo no Twitter também foi vítima dos hackers com diversas mensagens falsas, incluindo: "Sepp Blatter é investigado por várias acusações de suborno".

Um grupo autodenominado Exército Eletrônico da Síria, de apoio ao líder do país, Bashar Al-Assad, reivindicou a responsabilidade por hackear as contas no Twitter. "Exército Eletrônico da Síria Esteve Aqui" e "Twitter #Falha ... Vocês não podem nos parar!"

Blatter, de 77 anos, é presidente da Fifa desde 1998 e ainda não anunciou se vai concorrer a um quinto mandato quando seu período no cargo acabar, em 2015.

(Reportagem de Mike Collett)