Resultado da Ericsson reduz esperança de retomada em telecom

quarta-feira, 24 de abril de 2013 08:37 BRT
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A Ericsson enfraqueceu as esperanças sobre uma rápida retomada no mercado de serviços e equipamentos para telecomunicações, após anunciar uma queda maior do que a esperada no lucro do primeiro trimestre, devido a vendas e margens menores.

Depois de um difícil 2012, a unidade de equipamentos de rede da Ericsson - sua maior unidade de negócio - divulgou o primeiro crescimento de vendas em mais de um ano no quarto trimestre, com as margens também em alta.

O crescimento no segmento redes continuou no primeiro trimestre, mas a um ritmo mais lento, e as margens ficaram estáveis. As vendas também ficaram aquém do esperado na área de serviços e soluções de rede da Ericsson, com a margem bruta geral prejudicada por encargos de reestruturação maiores do que o esperado.

A Ericsson, entretanto, manteve a expectativa de uma margem maior na segunda metade do ano.

"Com a atual visibilidade da demanda do consumidor, e o atual desenvolvimento econômico global, continuamos a acreditar que o mix dos negócios começará gradualmente a mudar em direção a projetos de maior capacidade, durante a segunda metade de 2013", afirmou o presidente-executivo, Hans Vestberg.

O lucro antes dos juros e impostos, excluindo as joint ventures da companhia, foi de 2,1 bilhões de coroas suecas (317,26 milhões de dólares), abaixo da previsão de 3 bilhões de coroas em uma pesquisa da Reuters com analistas.

As vendas da Ericsson, a maior fabricante de equipamentos de rede para operadoras de telefonia celular do mundo, somaram 52 bilhões de coroas suecas, ante a previsão de 53,5 bilhões. A margem bruta foi de 32 por cento, ante a previsão de 32,2 por cento.