Investidor da Clearwire processa diretores da Sprint e Clearwire

sexta-feira, 26 de abril de 2013 20:43 BRT
 

26 Abr (Reuters) - O Aurelius Capital, um grande acionista da provedora de serviços de conexão sem fio Clearwire, entrou com um processo contra diretores da Sprint e da Clearwire sobre o acordo firmado pela Sprint em dezembro para comprar a fatia da Clearwire que ainda não controlava.

O Aurelius, que diz deter 17 milhões de ações da Clearwire, disse que a Sprint, como acionista majoritário da Clearwire, havia ditado termos "manifestamente injustos" para o acordo, de acordo com um documento jurídico.

O Aurelius se junta a um coro de acionistas minoritários da Clearwire que estão insatisfeitos com os termos do acordo da Sprint, que exige aprovação da maioria de acionistas minoritários numa reunião marcada para 21 de maio.

O hedge fund disse que diretores da Sprint e da Clearwire violaram suas obrigações fiduciárias junto aos acionistas minoritários da Clearwire ao firmar o acordo sob o qual a Sprint compraria as ações minoritárias da Clearwire por 2,97 dólares por ação.

Por exemplo, ele afirmou que o presidente do Conselho de Administração da Clearwire, John Stanton, não deveria ter liderado as negociações com a Sprint, uma vez que Stanton foi indicado ao Conselho da Clearwire pela Sprint.

(Reportagem de Sinead Carew)