Amazon enfrenta ameaça de greve na Alemanha

segunda-feira, 29 de abril de 2013 15:02 BRT
 

FRANKFURT, 29 Abr (Reuters) - A varejista global de Internet Amazon.com pode enfrentar a primeira greve na Alemanha, onde trabalhadores buscam melhores salários e benefícios.

A Amazon emprega cerca de 9 mil pessoas na Alemanha e está na mira do sindicato Verdi por recusar-se a implementar um acordo coletivo sobre condições de trabalho como outras empresas de encomendas e de varejo do país.

O sindicato também está pressionando por salários base mais altos e maiores bonificações para turnos noturnos.

Os trabalhadores da cidade de Leipzig votaram a favor de uma greve no início deste mês e a equipe em Bad Hersfeld, onde há 3.700 empregados, juntou-se a eles nesta segunda-feira.

"A direção da Amazon deveria... finalmente começar as negociações para um acordo coletivo", disse o negociador do sindicato, Bernhard Schiederig.

Um greve, que iria atrasar entregas para consumidores, poderia ocorrer nas próximas semanas, disse Schiederig à Reuters, mas ainda não tem data definida.

(Por Victoria Bryan e Anneli Palmen)