Google e outros investidores colocam US$125 mi em Lending Club

quinta-feira, 2 de maio de 2013 09:24 BRT
 

SÃO FRANCISCO, 2 Mai (Reuters) - Investidores, incluindo o Google, estão colocando 125 milhões dólares no Lending Club, um serviço que une pessoas que buscam empréstimos com pessoas dispostas a fazê-los, afirmou o Lending Club.

O dinheiro vai para os investidores de risco que já existem ao invés de ir para a empresa, em uma estrutura de financiamento conhecida como operação secundária, relatou o presidente-executivo do Lending Club, Renaud Laplanche, em uma entrevista. Ele se recusou a identificar os investidores que estão sacando o dinheiro.

O já investidor Foundation Capital também está entre os mais recentes compradores, trazendo sua investimento total na empresa para mais de 50 milhões de dólares, disse um representante da companhia em um email.

A transação valoriza o Lending Club em 1,55 bilhão de dólares, afirmou Laplanche, superior aos 550 milhões de dólares na época da última rodada de financiamento da empresa, há quase um ano.

Transações de grande escala no mercado secundário, que permitem a funcionários e outros investidores já existentes a resgatarem suas participações, estão se tornando cada vez mais comum entre as empresas apoiadas em risco.

Uma razão: muitos dos investidores iniciais estão tendo que esperar mais tempo do que no passado para ver retornos sobre seus investimentos, por meio de ofertas públicas iniciais de ações. A idade média de uma empresa apoiada em risco no momento de seu IPO ​​é de cerca de nove anos, segundo a National Venture Capital Association, em comparação com cerca de 5,5 anos no final de 1990.

O Lending Club está de olho em uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) em 2014, afirmou Laplanche, desde que as condições de mercado continuem favoráveis. Ele espera uma receita de aproximadamente 90 milhões de dólares este ano.

(Reportagem de Sarah McBride)