7 de Maio de 2013 / às 17:40 / 4 anos atrás

Investidores da Nokia cobram CEO por resultados

Por Ritsuko Ando

HELSINQUE, 7 Mai (Reuters) - Investidores da Nokia disseram ao presidente-executivo, Stephen Elop, nesta terça-feira, que estavam perdendo a paciência com suas frustradas tentativas para concorrer com os líderes do mercado Apple e Samsung no mercado de smartphones.

Muitos acionistas na assembleia geral anual, em Helsinque, falaram que Elop deveria reconsiderar a sua decisão de 2011 de mudar para o sistema operacional feito por seu antigo empregador Microsoft que deixou a empresa se ​​esforçando para voltar à corrida desde o princípio, com a sua nova gama de smartphones Lumia.

"Você é um cara legal... e a equipe de liderança está fazendo seu melhor, mas claramente, não é o suficiente", afirmou um acionista, Hannu Virtanen, a Elop.

"Você está ciente de que os resultados são o que importa? A estrada para o inferno é pavimentada com boas intenções. Por favor, mude para outro caminho", disse.

A transição do sistema próprio da Nokia, o Symbian, para o Windows Phone deveria durar dois anos. Esse período agora acabou, e, embora os resultados recentes tenham mostrado um crescimento nas vendas de smartphones Lumia, que usam software Windows Phone 8, os volumes são insignificantes em comparação aos modelos das líderes Samsung e da Apple, e as vendas de seus telefones celulares simples caíram no mesmo período.

As ações da Nokia também caíram, agora negociadas a 2,72 euros, uma fração de seu pico de 65 euros, em 2000.

Questionados por que ainda mantinham ações da Nokia apesar dos maus resultados e uma suspensão dos dividendos anuais, alguns acionistas mais antigos presentes na assembleia admitiram ser sentimentais sobre uma empresa que simbolizava o renascimento da Finlândia, após o colapso da União Soviética no início de 1990, o seu principal parceiro comercial.

Na terça-feira, Elop reiterou o compromisso da empresa com software Windows Phone.

"Nós fazemos os ajustes conforme prosseguimos. Mas é muito claro para nós que na guerra atual dos ecossistemas, nós fizemos uma decisão muito clara de se concentrar no Windows Phone com a nossa linha de produtos Lumia", disse ele. "E é com isso que vamos competir com concorrentes como Samsung e o (sistema operacional do Google) Android."

Juha Varis, gerente de carteiras da Danske Capital, que é acionista da Nokia, disse que Elop pode estar cometendo um erro.

"Ele fechou portas", disse em uma entrevista por telefone. "Eles não possuem ideias novas agora. O destino está todo no Windows Phone".

Alguns analistas também têm sido críticos sobre este ponto, dizendo que as vendas do Lumia não foram fortes o suficiente para garantir a sobrevivência da companhia.

A Nokia vendeu 5,6 milhões de unidades dos aparelhos Lumia no primeiro trimestre, ante 4,4 milhões no trimestre anterior, mas sua participação de mercado é de apenas 5 por cento, ao passo que Apple e Samsung controle mais de metade desse nicho.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below