Alemanha prende dois cidadãos holandeses em assalto cibernético

sexta-feira, 10 de maio de 2013 18:39 BRT
 

Promotores alemães disseram nesta sexta-feira que prenderam dois cidadãos holandeses suspeitos de participar de um assalto cibernético global de 45 milhões de dólares divulgado no dia anterior por autoridades norte-americanas.

Um homem de 35 anos e uma mulher de 56 foram presos em 19 de fevereiro retirando 170 mil euros (220,5 mil dólares) com cartões de crédito do Banco de Muscat. Ao todo, 2,4 milhões de dólares foram retirados em sete cidades alemãs, disseram os promotores.

Na quinta-feira, autoridades dos EUA disseram que uma quadrilha internacional roubou 45 milhões de dólares de bancos do Oriente Médio ao hackear empresas processadoras de cartão de crédito e retirar dinheiro de caixas eletrônicos em 27 países.

Acreditava-se que os líderes da operação global eram de fora dos EUA, mas os promotores norte-americanos não quiseram dar detalhes, citando que a investigação estava em andamento. A Alemanha é o único país que anunciou detenções até o momento.

Um porta-voz do gabinete do promotor Dusseldorf disse que os dois holandeses sob prisão tinham ido a Dusseldorf com a finalidade de retirar o dinheiro na Alemanha. Os dois suspeitos são acusados ​​de fraude informática e falsificação de cartões de crédito.