Dell pede para acionistas votarem oferta de CEO

sexta-feira, 31 de maio de 2013 11:21 BRT
 

31 Mai (Reuters) - A Dell pediu aos acionistas na sexta-feira para votarem a oferta de compra de 24,4 bilhões de dólares liderada pelo fundador e presidente-executivo, Michael Dell, em uma reunião extraordinária em 18 de julho, dizendo que a oferta era superior a outras opções estratégicas.

O investidor ativista Carl Icahn e a Southeastern Asset Management lançaram uma contra proposta de 21 bilhões de dólares para a Dell no início deste mês, que permitiria que os acionistas mantenham suas ações.

O Conselho da Dell disse em uma carta aos acionistas que analisou a possibilidade de continuar ou modificar o plano de negócios da fabricante de PCs, alterando a sua política de dividendos, vendendo a um comprador estratégico, e vendendo ou separando partes do negócio. A oferta de Icahn não foi mencionada.

"A venda para Michael Dell/Grupo Silver Lake ... é a melhor alternativa disponível - em um ambiente de negócios desafiador, proporciona segurança e um prêmio muito consistente sobre os preços de negociação antes do anúncio", disse a empresa.

Icahn alertou que, se a sua proposta de recapitalização alavancada for rejeitada, ele reuniria acionistas para votarem contra a oferta de Michael Dell.

Icahn fez vários pedidos de informações para a Dell, incluindo um pedido de acesso à sala de dados para um potencial credor.

Mas a empresa se recusou, dizendo que não iria fornecer mais informações, a menos que o Conselho determinasse que a proposta de Icahn era superior.

(Reportagem de Sayantani Ghosh, em Bangalore)