Comitê da Dell diz que oferta de fundador é melhor que a de Icahn

quarta-feira, 5 de junho de 2013 17:56 BRT
 

Por Jennifer Saba

Nova York, 5 Jun (Reuters) - Um comitê especial da Dell contestou Carl Icahn nesta quarta-feira, dizendo que o investidor ativista ainda precisa de quase 4 bilhões de dólares para financiar sua proposta de dividendo especial de 12 dólares por ação.

A apresentação de 39 páginas emitida nesta quarta-feira pelo comitê foi a contestação a Icahn mais detalhada até o momento, que não estava imediatamente disponível para comentar.

Michael Dell e a firma de private equity Silver Lake propuseram a aquisição da fabricante de computadores pessoais por 24,4 bilhões de dólares.

Icahn e a Southeastern Asset Management fizeram uma contra-oferta que manteria o pagamento de dividendo especial e permitiria aos acionistas da Dell manter suas ações.

Icahn disse que se a Dell rejeitar seu plano de dividendos e colocar a oferta de Michael Dell em votação, ele e a Southeastern buscariam nomear uma chapa alternativa de 12 diretores para desafiar a atual diretoria e assumir o controle da companhia.

O relatório do comitê da Dell apontou para um "significativo hiato de liquidez", que poderia reduzir um dividendo especial prometido de 12 dólares por ação para 8,5 dólares.

Pelos cálculos do comitê, a alocação de caixa de Icahn não considera o serviço da dívida da Dell, esperadas deficiências de fluxo de caixa e várias taxas relacionadas ao acordo entre Dell e Silver.

Levando todos esses itens em consideração, a apresentação disse que faltariam 3,9 bilhões de dólares a Icahn.   Continuação...