Vodafone diz que não pagou imposto no Reino Unido no ano passado

sexta-feira, 7 de junho de 2013 19:32 BRT
 

Por Tom Bergin

LONDRES, 7 Jun (Reuters) - A Vodafone disse que não pagou imposto corporativo no Reino Unido no ano até março de 2013, levantando novas críticas de ativistas que fizeram do grupo de telefonia móvel britânico um alvo no debate sobre tributação de empresas.

Revelações de transferências de lucro por grandes companhias provocaram a ira de cidadãos acometidos pela austeridade por toda a Europa e líderes políticos prometeram agir.

O relatório anual da Vodafone, publicado nesta sexta-feira, diz que o não pagamento do imposto de renda na Grã-bretanha pelo segundo ano consecutivo reflete as difíceis condições de operação em sua unidade britânica.

Os lucros anunciados para a principal unidade da Vodafone, no Reino Unido, têm sofrido na última década, embora as vendas tenham crescido. A companhia culpa o custo de adquirir sua licença de telefonia de 3a geração (3G) e a queda nas margens de lucro, embora ambos os fatores também tenham sido observados em sua unidade alemã, que continuou a registrar grandes lucros e impostos.

A imprensa britânica, incluindo a revista investigativa Private Eye, notou grande lucro nas subsidiárias da Vodafone em Luxemburgo, onde a companhia tem poucos clientes e funcionários mas paga impostos abaixo de 1 por cento.