SoftBank aumenta oferta por Sprint Nextel para US$21,6 bi

terça-feira, 11 de junho de 2013 08:42 BRT
 

TÓQUIO/NOVA YORK(Reuters) - A operadora celular japonesa SoftBank afirmou ter entrado em acordo com a Sprint Nextel para elevar sua oferta de compra da empresa para 21,6 bilhões de dólares, ante 20,1 bilhões oferecidos anteriormente, lutando contra a proposta rival da norte-americana Dish Network.

O incremento na proposta, que pode marcar a maior aquisição japonesa de uma empresa fora do Japão, ganhou o apoio do fundo de hedge Paulson & Co, que é o segundo maior acionista da Sprint e havia apoiado a oferta da Dish. Paulson disse que votaria integralmente a favor da nova oferta da SoftBank.

O novo acordo prevê a compra de ações de atuais acionistas da Sprint a 7,65 dólares cada, acima dos 7,30 dólares propostos anteriormente.

A empresa japonesa, liderada pelo fundador bilionário Masayoshi Son, aumentará a injeção de capital aos acionistas da Sprint em 4,5 bilhões de dólares, para 16,6 bilhões. Com isso, a SoftBank terminaria com 78 por cento da operadora norte-americana, em vez dos 70 por cento previstos na proposta anterior, disseram as companhias em comunicado nesta terça-feira.

A revisão no acordo acontece um dia antes dos acionistas da Sprint votarem a oferta da SoftBank, que concorre com uma proposta de 25,5 bilhões de dólares da provedora de TV via satélite Dish Network. O encontro acabou sendo adiado para 25 de junho.

Em breve comunicado, a Dish disse que "analisará a revisão da oferta da SoftBank à medida que considera suas opções estratégicas", acrescentando que ainda acredita que a Sprint tenha um valor extraordinário.

Um acionista majoritário da Sprint que pediu para não ser identificado afirmou que a companhia esperaria a reação da Dish antes de tomar qualquer decisão.

O presidente da SoftBank, Masayoshi Son, disse que o novo acordo "antecipa mais dinheiro aos acionistas da Sprint, enquanto ainda cumpre o objetivo de criar uma Sprint bem capitalizada e melhor posicionada para competir no mercado norte-americano".

A rival Dish tem até 18 de junho para apresentar uma contra-proposta final.