Governo flexibiliza cronograma de liberação de frequência para 4G

terça-feira, 11 de junho de 2013 15:26 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, assinou nesta terça-feira portaria que flexibiliza regras para a liberação de frequência hoje usada pela televisão analógica para ser aproveitada por serviços de telefonia celular de quarta geração (4G).

Antes prevista para ser liberada totalmente em todo o país em 2016, a frequência de 700 MHz terá agora um calendário escalonado de liberação que começa em março de 2015 nos grandes centros do Brasil, afirmou Bernardo a jornalistas.

"A maior parte dos municípios não tem utilização do canal de 700 (...) De modo que não tem urgência para fazer isso. Já nas grandes cidade, nós temos o processo contrário. Nós temos o espectro completamente tomado", disse o ministro.

"Então, para não fazer tudo numa data só, diminuir o risco, e também para priorizar a liberação dos 700 (MHz), nós vamos antecipar nos grandes centros e vamos postergar um pouco nos pequenos", acrescentou o ministro, sem informar quando o período de liberação da faixa de frequência será concluído.

A frequência de 700 MHz é usada em vários países que possuem rede de quarta geração de telefonia celular e é considera pela indústria de telecomunicações como mais apropriada para a operação de telefonia 4G porque precisa de menos antenas para sua cobertura do que a frequência de 2,5 GHz.

O governo leiloou frequências de 2,5 GHz para uso pela telefonia 4G no ano passado e deve fazer novo leilão envolvendo a faixa de 700 MHz no começo de 2014.

(Por Nestor Rabello)