Cisco espera que novo roteador amplie receita do segmento a US$10 bi

quarta-feira, 12 de junho de 2013 16:33 BRT
 

NOVA YORK, 12 Jun (Reuters) - A Cisco Systems Inc prevê que o novo produto lançado na quarta-feira vai aumentar sua receita acumulada com seu negócio de roteadores, que direcionam dados de tráfego de Internet, em 25 por cento, para 10 bilhões de dólares, nos próximos dois anos.

A principal fabricante de equipamentos de rede espera lucrar com crescente demanda por serviços de Internet com o seu novo roteador CRS-X, o terceiro produto da série CRS.

Desde que o primeiro roteador CRS fez sua estreia em 2004, a Cisco obteve 8 bilhões de dólares em receitas com esta gama de produtos, de acordo com Stephen Liu, diretor de marketing e serviços da Cisco.

"O CRS-X é a inovação que precisamos para atravessar a barreira dos 10 bilhões de dólares", Liu disse à Reuters antes do anúncio quarta-feira.

Como base de comparação, a Cisco relatou receita total de mais de 12 bilhões de dólares em seu relatório trimestral mais recente.

A Cisco disse que já confirmou que a principal fornecedora de serviços dos EUA, a Verizon Wireless, e a SoftBank Corp, uma das maiores operadoras de telefonia móvel do Japão, planejam usar o roteador mais recente, que a Cisco vai entregar ainda este ano.

O novo roteador CRS-X pode suportar até quatro vezes mais tráfego de rede do que sua versão anterior, o CRS-3, que foi lançado em 2010, segundo a Cisco, e pode lidar com 10 vezes mais dados do que o primeiro roteador CRS de 2004.

Seus rivais no setor incluem a Juniper Networks Inc e a Alcatel Lucent SA.

(Por Sinead Carew)