UE questiona empresas de telecom e fabricantes sobre Android, do Google

sexta-feira, 14 de junho de 2013 15:16 BRT
 

Por Foo Yun Chee

BRUXELAS, 14 Jun (Reuters) - Reguladores antitruste da União Europeia estão perguntando às operadoras de telefonia móvel e aos fabricantes de aparelhos se seus acordos para o Android com o Google bloqueiam os concorrentes no setor, um movimento que pode levar à uma segunda investigação da companhia.

O Google já está tentando resolver uma investigação de três anos sobre reclamações de que afastava rivais de pesquisa online.

A mais recente ação de reguladores da UE foi motivada por reclamações, incluindo da Microsoft e da Nokia, à Comissão Europeia em abril que acusam o Google de usar o seu sistema operacional para smartphones Android para direcionar o tráfego para sua rede de busca.

O Android tem uma participação de mercado de 60 por cento, comparada à fatia de 19 por cento da Apple, segundo a consultoria Canalys.

A Comissão questionou os fornecedores de telecomunicações e fabricantes de telefones se os acordos para o Android com o Google "contêm cláusulas de impedindo ou limitando o lançamento/distribuição de dispositivos não-Android", de acordo com questionário visto pela Reuters.

A autoridade de UE também quer saber se houve restrições a dispositivos Android que não atendem as exigências de compatibilidade do Google.

"O Android é uma plataforma aberta que promove a competição. Os fabricantes de celulares, operadoras e consumidores podem decidir como usar o Android, incluindo aplicativos que eles querem usar", disse o porta-voz do Google, Al Verney.