Yahoo recebeu 13 mil pedidos dos EUA para revelar dados

terça-feira, 18 de junho de 2013 11:10 BRT
 

BANGALORE, Índia (Reuters) - O Yahoo afirmou que autoridades norte-americanas fizeram entre 12 mil e 13 mil pedidos por dados nos últimos seis meses, no mais recente posicionamento de uma empresa de tecnologia desde que vazamentos de documentos mostraram a extensão da coleta de informações pelo governo dos Estados Unidos junto a essas companhias.

O Yahoo disse que as solicitações foram feitas entre 1o de dezembro de 2012 e 31 de maio deste ano.

"Os pedidos mais comuns envolviam fraudes, homicídios, sequestros e outras investigações criminais", disse a empresa em comunicado publicado em sua página no Tumblr. (yahoo.tumblr.com/)

Outras solicitações obedeceram ao Ato de Vigilância de Inteligência Estrangeira, afirmou o Yahoo, fazendo menção à lei que obriga as companhias a entregar dados para o governo.

As empresas de tecnologia vêm enfrentando pressão para revelar a natureza de sua cooperação com a Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) depois que documentos secretos mostraram o envio de informações dos usuários por anos.

Até agora, Apple, Microsoft e Facebook também revelaram o número de solicitações feitas pelo governo dos EUA.

As empresas negaram que a NSA mantenha acesso direto a seus servidores e disseram que os dados só foram entregues mediante ordem judicial.

 
Logo do Yahoo é visto em frente à sede da empresa próximo a Genebra. O Yahoo afirmou que autoridades norte-americanas fizeram entre 12 mil e 13 mil pedidos por dados nos últimos seis meses, no mais recente posicionamento de uma empresa de tecnologia desde que vazamentos de documentos mostraram a extensão da coleta de informações pelo governo dos Estados Unidos junto a essas companhias. 12/12/2012. REUTERS/Denis Balibouse