Google afirma ter feito bom trabalho em inquérito antitruste da UE

segunda-feira, 24 de junho de 2013 15:42 BRT
 

BRUXELAS, 24 Jun (Reuters) - O Google afirmou nesta segunda-feira que fez bem ao oferecer concessões a reguladores antitruste da União Europeia, diminuindo preocupações de bloqueio de competidores nos resultados de busca, enquanto busca rebater críticas a respeito do suposto reforço do seu domínio do mercado.

O mecanismo de buscas mais popular do mundo passou a ser investigado pela Comissão Europeia há quase três anos.

Mais de uma dúzia de companhias, incluindo a Microsoft, o site britânico de comparação de preços Foundem e a empresa alemã de mapeamento online Hotmaps, acusaram a empresa de escanteá-las do mercado.

O Google propôs concessões em abril, esperando encerrar um caso que poderia levar ao recebimento de uma multa de até 5 bilhões de dólares. A empresa se propôs a rotular seus próprios produtos nos resultados de busca e a facilitar a mudança de anunciantes para plataformas rivais.

Questionados pela Comissão Europeia, os competidores disseram que os planos do Google iriam, na verdade, fortalecer a liderança da companhia nas buscas online ao fazer os rivais competirem entre si, provocando, além disso, um aumento de custos para essas companhias.

O comissionário da autoridade de concorrência da União Europeia Joaquin Almunia afirmou que o Google seria quase certamente instado a melhorar as propostas.

No entanto, o conselheiro geral da empresa Kent Walker afirmou nesta segunda que a oferta teria ido longe o suficiente.

Se a Comissão Europeia decidir que as propostas resolvem os problemas de competição, elas podem se tornar compromissos juridicamente vinculativos para a empresa.

A Comissão de Comércio Federal dos Estados Unidos terminou a sua investigação sobre o mesmo assunto em janeiro sem qualquer ação significativa, dando ao Google uma grande vitória.

(Por Ethan Bilby)