Verizon faz oferta para startup canadense Wind

quarta-feira, 26 de junho de 2013 13:13 BRT
 

TORONTO, 26 Jun (Reuters) - A Verizon fez uma oferta para comprar a startup de telecomunicações canadense Wind Mobile, mantendo negociações com a rival Mobilicity acerca de um possível acordo, disseram fontes familiarizadas com a situação.

A Verizon avançou com a proposta feita à Wind na última semana, com uma oferta de 600 a 800 milhões de dólares, sendo que o valor final dependerá da due diligence, afirmou uma fonte com conhecimento do negócio.

A investida acontece após uma subsidiária da empresa de telecomunicações europeia Vimpelcom ter retirado sua proposta para tomar o controle da Wind Mobile do seu fundador e presidente-executivo, Anthony Lacavera, movimento que levantou incertezas sobre o futuro da empresa de transmissão wireless.

A Verizon procurou a startup rival Mobilicity e pode estar interessada em adquirir a também canadense empresa de wireless, atualmente em dificuldades, afirmou outra fonte a par da situação.

A entrada da Verizon no mercado criaria uma rival de peso para as empresas BCE, Telus e Rogers Communications. As três companhias são líderes no mercado de transmissão wireless no Canadá, onde os preços vêm tradicionalmente superando os dos Estados Unidos.

Citando fontes não identificadas, o jornal The Globe and Mail reportou mais cedo nesta quarta-feira que a Verizon havia feito uma proposta para a Wind de cerca de 700 milhões de dólares canadenses (665,87 milhões de dólares). Também afirmou que a empresa estava em negociações com a Mobilicity.

A Verizon não comentou o assunto. No entanto, o diretor financeiro da empresa, Fran Shammo, confirmou na última semana que a Verizon estava interessada em entrar no mercado canadense.

Os porta-vozes da Wind e da Mobilicity optaram por não se pronunciar.

(Por Alastair Sharp e Euan Rocha)