Murdoch menosprezou polícia britânica em gravação secreta

quinta-feira, 4 de julho de 2013 13:43 BRT
 

LONDRES, 4 Jul (Reuters) - O magnata da comunicação Rupert Murdoch menosprezou o inquérito policial britânico sobre subornos supostamente pagos por seus jornalistas, mostrou gravação secreta feita por sua equipe, em nítido contraste com as desculpas públicas proferidas para debelar a raiva com as referidas práticas para obter informação.

Em uma reunião privada em março, Murdoch disse aos funcionários do tabloide The Sun que havia errado em ajudar as investigações policiais sobre táticas que, segundo ele, eram usadas por jornalistas por décadas, prometendo apoio aos profissionais que foram alvo do inquérito.

Uma porta-voz da News Corp defendeu Murdoch e a companhia, mas não questionou a veracidade da gravação, que foi feita por um membro da equipe na reunião em Londres e obtida pelo site de investigação Exaro.

No comando da News Corp e da 21st Century Fox, mostrou-se chocado com as revelações de ilegalidades que forçaram o fechamento de seu premiado trabloide News of the World há dois anos.

Mas em reunião privada, o magnata da mídia protestou contra a polícia e disse que havia cooperado em excesso com eles quando um comitê interno forneceu milhares de emails corporativos no auge do escândalo.

(Por Kate Holton e Emmaline Okafor)