Às vésperas de balanço, mercado vê chance da Nokia ser vendida

sexta-feira, 12 de julho de 2013 17:14 BRT
 

Por Ritsuko Ando

HELSINKI, 12 Jul (Reuters) - A próxima semana poderá ser decisiva para a Nokia e seu presidente-executivo Stephen Elop em sua batalha para provar que a empresa finlandesa de telefonia móvel pode sobreviver por conta própria.

Os investidores irão analisar os resultados do segundo trimestre, para ver se há caixa suficiente para ficar com um plano de recuperação que Elop disse que levaria dois anos, mas agora já está no terceiro.

A ousada aposta de Elop, em 2011, de dotar o software não testado da Microsoft, o Windows Phone, ainda tem que se pagar, e não há sinais de que vai enfrentar Samsung ou Apple em smartphones.

Analistas também esperam que os resultados de quinta-feira mostrem queda acentuada nas vendas de celulares, liderada por menores vendas de celulares comuns na medida em que os consumidores estão migrando para smartphones e modelos mais baratos de concorrentes asiáticos.

A fraca posição de mercado da Nokia tornou-se um alvo constante de especulações sobre uma aquisição , mas essa conversa se intensificou no mês passado, após uma reportagem afirmar que ela manteve conversações com a Microsoft.

A recente decisão da empresa de comprar a participação da Siemens em sua joint-venture Nokia Siemens Networks deve pressionar ainda mais seu balanço quando o negócio for fechado ainda este ano.

No início do mês, a posição estimada de caixa líquido da Nokia variava de 3,7 bilhões de euros (4,8 bilhões dólares de dólares) e 4,2 bilhões - o que implica que queimou entre 300 milhões de euros e 800 milhões no trimestre.