Fabricante de software E2open reduz dependência da BlackBerry

segunda-feira, 15 de julho de 2013 14:53 BRT
 

Por Sruthi Ramakrishnan e Sriraj Kalluvila

15 Jul (Reuters) - A fabricante de softwares E2open espera que sua receita atinja 100 milhões de dólares pela primeira vez no próximo ano fiscal, depois de substituir sua dependência da BlackBerry e de fabricantes de computadores pessoais com uma série de novos clientes.

O presidente-executivo Mark Woodward disse que esperava que a E2open, que abriu capital há um ano, impulsione suas vendas em 12 meses encerrados em fevereiro de 2015 após adicionar 20 novos clientes corporativos no ano fiscal atual.

"Nós teremos 80 milhões de dólares (em receita) este ano e vamos crescer 30 por cento no próximo ano. Isso deve nos levar até lá", disse Woodward em entrevista, referindo-se a uma meta da 100 milhões de dólares em receita.

A E2open, que fabrica softwares baseados em nuvem desenhados para assistir companhias em gerir suas redes de logística, mais do que dobrou sua receita anual em cinco anos desde que Woodward assumiu. A receita no ano fiscal encerrado em 28 de fevereiro de 2013 foi de 75 milhões de dólares.

Com uma base de clientes que inclui Coca-Cola, Unilever, IBM e Cisco Systems, a E2open busca diversificação para reduzir sua dependência em um grande cliente.

No ano passado, este cliente era a fabricante canadense de smartphones BlackBerry.

Woodward disse que esperava que a contribuição da BlackBerry para a receita da E2open caísse para menos de 3 por cento no ano fiscal atual ante cerca de 15 por cento no ano passado.

"A utilização de nossos sistemas, simplesmente porque ele estão vendendo menos dispositivos, caiu dramaticamente", disse.