TIM mantém metas para 3 anos, apesar de economia lenta

quarta-feira, 31 de julho de 2013 12:47 BRT
 

SÃO PAULO, 31 Jul (Reuters) - A TIM Participações manteve o plano de metas de três anos, apesar da fragilidade da economia brasileira, que tem atingido a confiança do consumidor, disse nesta quarta-feira o presidente-executivo da companhia, Rodrigo Abreu.

A segunda maior operadora de telefonia celular do Brasil manteve a perspectiva de investir 10,7 bilhões de reais no período, sendo 3,6 bilhões de reais em 2013.

"Acredito que o planejamento é bastante viável e racional. A grande diferença que pode ocorrer para o ano que vem e para 2015 é sobre como alocar esse capex (investimento)", disse Abreu em teleconferência com analistas.

"O ambiente econômico tem algum impacto no consumo e esse impacto existiu no segundo trimestre, mas não houve redução dramática no crescimento do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização)", afirmou o executivo, que foi eleito para presidir a operadora em fevereiro.

Na véspera, a TIM divulgou que teve lucro líquido de 385,6 milhões de reais no período, alta anual de 12 por cento e acima do esperado pela média do mercado. O Ebitda teve alta ligeira de 1,8 por cento, para 1,23 bilhão de reais. .

O executivo afirmou que, entre os projetos em que a TIM está trabalhando, está a reestruturação das operações da unidade fixa Intelig, que deve ser concluída até o final do ano e focará a operação em ofertas de produtos e clientes rentáveis.

A expectativa de Abreu, é que a estabilização na queda das receitas do segmento fixo da TIM --que inclui Intelig, telefonia fixa e fibra óptica-- ocorra ao longo do segundo semestre. No segundo trimestre, o segmento apurou queda de 3 por cento no faturamento sobre os três primeiros meses do ano. Na comparação anual, houve recuo de 31 por cento.

A TIM espera atingir 1 milhão de residências com oferta de serviços de Internet rápida via fibra óptica até o fim de 2013, após alcançar 800 mil ligações até junho.

Além da fibra, a TIM também está apostando na tecnologia de   Continuação...