Telecom Italia paga R$ 250 mil à CVM para encerrar processo

quinta-feira, 8 de agosto de 2013 17:53 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 8 Ago (Reuters) - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aceitou a proposta de pagamento de 250 mil reais da Telecom Italia para encerrar processo administrativo no qual a empresa era acusada de não divulgar fato relevante sobre a saída de seu presidente, informou a reguladora nesta quinta-feira.

A Telecom Italia foi acusada, na qualidade de acionista controlador indireto da Tim Participações, de não ter providenciado a divulgação, em 3 de maio de 2012, de fato relevante sobre reunião de seu Conselho de Administração que discutia a saída do presidente-executivo da Tim.

O acordo foi aceito em reunião do colegiado da CVM realizada em 2 de agosto.

Segundo a autarquia, a empresa não divulgou fato relevante mesmo diante de oscilação atípica dos papéis da empresa no pregão de 3 de maio de 2012, da informação ter escapado ao controle, com a divulgação de diversas reportagens na imprensa relativas à saída do presidente, e do questionamento ao diretor de Relações com Investidores da Tim, informou a CVM.

A Telecom Italia informou que Luca Luciani, então presidente-executivo da TIM Participações, havia renunciado a todos os cargos por ele exercidos nas empresas do grupo em 5 de maio.

Mas a publicação da ata de reunião do Conselho, realizada em 2 de maio e que informa a substituição do executivo foi divulgada ao mercado apenas no dia 14.

Os processos serão suspensos e, após comprovação de que as o acordo foi cumprido, serão extintos.

(Por Luciana Bruno)