Executivo da Oracle acusa presidente do Google de agir mal

terça-feira, 13 de agosto de 2013 15:45 BRT
 

Por Jim Finkle e Jennifer Saba

BOSTON/NOVA YORK, 13 Ago (Reuters) - O lema informal do Google é "não seja mau", mas o bilionário do Vale do Silício Larry Ellison acusou o presidente-executivo da empresa de Internet, Larry Page, de agir de forma maldosamente.

Ellison, o presidente-executivo e co-fundador da gigante do software Oracle Corp, é famoso por seus ataques contra rivais nos negócios.

Ele colocou Page no alvo enquanto as duas empresas brigam nos tribunais norte-americanos em um processo envolvendo o Android, sistema operacional do Google.

"Só achamos que eles pegaram nossas coisas, e isso foi errado", disse Ellison em entrevista com Charlie Rose no programa "CBS This Morning", que foi ao ar nesta terça-feira.

Quando questionado se achava que Page era "mau", Ellison respondeu: "Acho que o que eles fizeram foi absolutamente mau". Ele não chegou a qualificar o próprio executivo de "mau".

Uma porta-voz do Google recusou-se a comentar, e uma porta-voz da Oracle também evitou falar sobre a entrevista de Ellison.

Os ataques contra Page começaram após a aquisição da plataforma de programação Java pela Oracle, com a compra da Sun Microsystems. Na época, Ellison disse que a plataforma Java era o software mais valioso que ele já tinha adquirido.

A Oracle entrou com uma ação contra o Google em 2010, alegando que o sistema operacional de celulares da empresa, o Android, infringia patentes Java. Um juiz federal decidiu a favor do Google no ano passado. A Oracle está apelando da decisão.