Icahn aumenta posição na Apple; quer maiores recompras

terça-feira, 13 de agosto de 2013 18:13 BRT
 

SÃO FRANCISCO, 13 Ago (Reuters) - O investidor Carl Icahn disse nessa terça-feira que construiu uma "posição maior" na Apple e teve uma "boa conversa" com o presidente-executivo Tim Cook sobre uma maior recompra de ações.

Bilionário com reputação de forçar mudanças corporativas agressivas, Icahn disse no Twitter que planeja conversar mais com Cook, que presidiu uma queda acentuada no preço das ações ao longo do ano passado. Carl chamou a fabricante do iPhone "extremamente subvalorizada".

"Tive uma boa conversa com Tim Cook hoje. Discuti minha opinião de que uma maior recompra deveria ser feita agora", publicou o investidor no Twitter. "Planejamos conversar de novo em breve".

Em abril, a Apple disse que planejava pagar 100 bilhões de dólares aos acionistas até o fim de 2015 - dobro do tempo fixado anteriormente. A empresa chegou lá em parte, aumentando seus dividendos em 15 por cento e incrementando o programa de recompra de ações em seis vezes a 60 bilhões de dólares, em um dos maiores programas do tipo.

As ações da Apple tiveram alta de 4,8 por cento, a 484,57 dólares na tarde dessa terça-feira na Nasdaq. Os papéis caíram 30 por cento desde o pico em setembro de 2012.

(Reportagem por Edwin Chan)