China investigará IBM, Oracle e EMC por questões de segurança

sexta-feira, 16 de agosto de 2013 08:02 BRT
 

XANGAI (Reuters) - O Ministério da Segurança Pública da China e um centro de pesquisa com status de ministério estão se preparando para abrir um inquérito contra IBM, Oracle e EMC Corp por questões de segurança, publicou o jornal estatal Shanghai Securities News nesta sexta-feira.

A matéria é publicada após revelações de Edward Snowden, um ex-funcionário terceirizado da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês), virem à tona, com afirmações de que a infraestrutura de rede de universidades na China e Hong Kong teriam sido invadidas.

Documentos vazados por Snowden revelaram que a NSA teve acesso a um grande volume de dados da Internet de companhias como Facebook e Google, incluindo emails, conversas em salas de bate-papo e vídeos, através de um programa do governo norte-americano batizado de Prism.

"No momento, graças à superioridade tecnológica deles, muitos de nossos principais sistemas de tecnologia da informação são basicamente dominados por empresas estrangeiras de hardware e software, mas o escândalo Prism implica problemas de segurança", disse uma fonte anônima ao jornal chinês.

IBM, Oracle e EMC não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.