Executiva da McAfee assume cargo no Departamento de Segurança dos EUA

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 15:35 BRT
 

WASHINGTON, 19 Ago (Reuters) - Uma executiva sênior da McAfee, divisão de software antivírus da Intel, foi nomeada para um cargo superior de supervisão digital no Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS), preenchendo uma posição que havia sido recusada algumas vezes este ano.

A secretária do DHS, Janet Napolitano, indicou Phyllis Schneck como a novo subsecretária adjunta para a segurança cibernética do departamento, dentro da diretoria de segurança nacional e programas.

Schneck, vice-presidente de tecnologia da unidade global da McAfee voltada ao setor público, trabalha em segurança e proteção de infraestruturas há mais de 14 anos. Ela é presidente do conselho de administração do National Cyber ​​Forensics e Training Alliance, uma parceria entre empresas, governo e policiais para combater o crime cibernético internacional.

"A McAfee tem grande orgulho da forte parceria que temos com o governo dos EUA, e com os governos ao redor do mundo", afirmou o presidente da companhia, Michael DeCesare, em um comunicado. "Phyllis tem sido parte confiável e valorizada da equipe da McAfee que ajudou a construir essas parcerias."

O DHS identificou a segurança virtual como uma prioridade nos últimos anos, mas o departamento tem tido dificuldade em manter o cargo sênior preenchido desde a sua criação, em 2011.

Mark Weatherford, a primeira pessoa a ocupar o posto, saiu no início deste ano depois de menos de 18 meses no emprego para se juntar ao Chertoff Group, uma empresa de consultoria de segurança.

Bruce McConnell, vice de Weatherford que estava atuando como chefe interino, anunciou planos de demissão no mês passado.

A DHS fez um apelo ao Congresso para aprovar uma nova legislação de segurança cibernética que explicite como governo e indústria devem trabalhar juntos para proteger infraestruturas importantes contra a ameaça crescente de ataques cibernéticos.

(Por Deborah Charles)