Telefónica ganha apoio de Slim em oferta pela alemã E-Plus

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 08:45 BRT
 

AMSTARDÃ/MADRI, 26 Ago (Reuters) - A espanhola Telefónica melhorou sua oferta pela E-Plus, unidade alemã da KPN, e obteve o apoio do maior acionista do grupo holandês, a América Móvil.

O grupo do bilionário mexicano Carlos Slim, que agora detém 29,77 por cento da KPN, disse que ainda planeja fazer uma oferta separada de 7,2 bilhões de euros em dinheiro pelas ações que ainda não detém do grupo holandês.

KPN, Telefónica e América Móvil disseram nesta segunda-feira que a empresa espanhola concordou em pagar o equivalente a 8,55 bilhões de euros pela E-Plus, comparados com a oferta anterior de 8,1 bilhões de euros.

A KPN irá receber 5 bilhões de euros em dinheiro pela E-Plus e terá uma maior participação nos negócios da Telefónica na Alemanha, de 20,5 por cento, comparados com os 17,6 por cento previstos anteriormente.

A Telefónica irá assinar uma opção de recompra de 2,9 por cento de sua subsidiária após um ano ao preço de 510 milhões de euros.

Com o apoio de Slim, aumentam as chances de que o negócio na Alemanha será feito. Pessoas próximas à situação haviam dito anteriormente que a empresa de Slim via a oferta anterior como muito baixa e cheia de riscos regulatórios.

(Por sara Webb e Julien Toyer)

 
Sede da operadora de celulares alemã E-Plus, em Duesseldorf, Alemanha, 24 de julho de 2013. A espanhola Telefónica melhorou sua oferta pela E-Plus, unidade alemã da KPN, e obteve o apoio do maior acionista do grupo holandês, a América Móvil. 24/07/2013 REUTERS/Wolfgang Rattay