Consumidores chineses devem se tornar líderes em compras online

quarta-feira, 28 de agosto de 2013 14:19 BRT
 

Por Paul Carsten

XANGAI, 28 Ago (Reuters) - O mercado de e-commerce da China deverá ultrapassar o dos Estados Unidos este ano para se tornar o maior do mundo por gasto total do cliente, disse a empresa de consultoria Bain & Company, e poderá ser responsável por metade de todos os gastos no varejo chinês dentro de uma década.

A mudança de hábitos de compras ocorre enquanto quase metade dos 1,3 bilhão de habitantes do país agora têm acesso direto à Internet, e desse número quase 80 por cento tem smartphones ou tablets.

O mercado de e-commerce da China tem crescido a uma taxa média de 71 por cento de 2009 a 2012, versus 13 por cento nos Estados Unidos, e seu tamanho total deverá atingir 3,3 trilhões de yuans (539,07 milhões de dólares) em 2015, disse a Bain & Company, em um relatório na quarta-feira.

O gasto total dos consumidores chineses em compras online chegou a 212,4 bilhões de dólares em 2012, em comparação com 228,7 bilhões nos EUA, disse o relatório.

Empresas chinesas com lojas de varejo tiveram que realinhar suas estratégias de vendas para competir com rivais online que os ameaçam em um mercado cada vez mais competitivo há muito dominado pela empresa de e-commerce Alibaba Group, e outros como a 360Buy Jingdong.

"É uma grande mudança. Significa apenas que você precisa estar na web, quer goste ou não", disse Serge Hoffmann, sócio da Bain e co-autor do relatório.