Navagedor Opera vê papel chave em projeto do Facebook

sexta-feira, 30 de agosto de 2013 10:46 BRT
 

OSLO, 30 Ago (Reuters) - A empresa norueguesa de navegadores para internet Opera Software espera que seu navegador para celulares assuma um papel chave no projeto liderado pelo Facebook que visa aumentar o acesso dos usuários de terceiro mundo à web, disse o presidente-executivo da companhia à Reuters.

O projeto, chamado Internet.org, foi lançado na semana passada pelo presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, que disse querer tornar a internet acessível para os 5 bilhões de pessoas ao redor do mundo que não estão online.

O presidente-executivo do Opera, Lars Boilesen, afirmou que cerca de 40 por cento do tráfego do Facebook já passa pelo Opera nos mercados emergentes.

Ele afirmou que apesar de não esperar ganhos de curto prazo no projeto, ele tem esperanças de que ele ajudará a impulsionar o número de usuários da companhia.

"Desde que começamos esta empresa, nosso objetivo tem sido o de fazer com que um número cada vez maior de pessoas usem nosso software. Nós apenas temos que descobrir uma maneira de ganhar dinheiro com isso mais tarde", afirmou.

O Opera gera receita a partir de pesquisas e publicidade em seus navegadores, e por meio de parcerias com operadoras de telefonia móvel.

Relativamente pouco usado em desktops, o Opera tem 260 milhões de usuários --de sua base de 300 milhões-- com navegadores da empresa nos seus celulares, por causa de sua capacidade de comprimir o conteúdo para download.

(Por Joachim Dagenborg)