Verizon ainda está de olho na expansão internacional

terça-feira, 3 de setembro de 2013 14:18 BRT
 

3 Set (Reuters) - O presidente-executivo da Verizon Communications, Lowell McAdam, não descartou nesta terça-feira a continuidade do plano de expansão internacional da empresa, mesmo com a aquisição da fatia de 45 por cento da Verizon Weiless detida pela Vodafone por 130 bilhões de dólares, anunciada na véspera.

Em teleconferência com analistas nesta terça-feira, o diretor financeiro Fran Shammo disse que a empresa ainda espera participar dos próximos leilões de telefonia móvel, apesar do plano de tomar mais de 60 bilhões de dólares em dívidas para pagar a compra da Verizon Wireless.

Enquanto McAdam descartou uma expansão no mercado de telefonia móvel do Canadá, considerada anteriormente pela empresa, ele disse que a companhia olharia outras oportunidades internacionais, já que seu negócio de telefonia fixa já tem ativos no exterior.

Os executivos disseram que a empresa pagará as dívidas do acordo com a Vodafone "o mais rápido possível" e que esperavam fazer a Verizon retornar à sua nota de crédito anterior em quatro ou cinco anos.

Alguns analistas disseram estar preocupados com o fato de a Verizon ter de ficar de mãos atadas para qualquer nova compra enquanto se concentra em pagar as dívidas.

A Verizon está adquirindo a totalidade da operação de telefonia móvel norte-americana para ter 100 por cento do lucro relacionado ao negócio. A expectativa é que a operação aumente seu lucro por ação em 10 por cento, após o pagamento de juros.

(Reportagem de Sinead Carew)