Microsoft diz que pré-encomendas do Xbox One esgotaram estoques

quarta-feira, 4 de setembro de 2013 10:51 BRT
 

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - Lojas em muitos mercados ficaram sem consoles do Xbox One disponíveis para pré-encomendas, disse um executivo sênior da Microsoft, antes da grande disputa em novembro com o PlayStation 4, da Sony.

O primeiro console de videogames da Microsoft em oito anos começará a ser vendido em 22 de novembro em 13 países, disse Yusuf Mehdi, vice-presidente de marketing, estratégia e negócios para o Xbox, em uma entrevista.

Isso deixará o console uma semana atrás do PlayStation 4 nos Estados Unidos, mas a frente do aparelho da Sony em muitos países da Europa, onde a companhia japonesa é a líder no segmento em sete anos. As vendas do PS4 devem começar em 29 de novembro.

A terceira geração do Xbox marca a maior tentativa da Microsoft de tentar atrair consumidores com uma gama de jogos exclusivos e conteúdo de mídia. A empresa iniciou produção em capacidade total e as pré-encomendas já ultrapassaram os estoques disponíveis para lojas de varejo em muitos mercados.

"Nós temos mais pré-encomendas do que qualquer outro lançamento do Xbox na história", disse Mehdi, acrescentando que a empresa "permitirá unidades adicionais para o primeiro dia de lançamento". Ele não quis dar mais detalhes sobre as pré-encomendas.

O PlayStation 4, cujo preço de 399 dólares é 100 dólares mais baixo que o do Xbox, teve mais de 1 milhão de encomendas em todo o mundo, disse a Sony no mês passado.

A empresa norte-americana planeja lançar o Xbox One em 22 de novembro nos EUA, data que marca o aniversário do lançamento do Xbox 360 em 2005, que ajudou a Microsoft a tomar a liderança na então próspera indústria.

O setor desde então perdeu terreno para jogos executados em telefones celulares e outros dispositivos móveis, como tablets.

Entre os 13 mercados que devem ter o lançamento do produto em novembro estão Austrália, Áustria, Brasil, Canadá, França, Alemanha, Irlanda, Itália, México, Espanha, Reino Unido, Estados Unidos e Nova Zelândia.

O lançamento foi adiado em alguns mercados até 2014 devido a trabalhos de adaptação da interface de uso e tradução do software. Entre esses mercados, estão Bélgica, Dinamarca, Finlândia, Holanda, Noruega, Rússia, Suécia e Suíça.