KPN diz que CFO deixa empresa por razões pessoais

segunda-feira, 9 de setembro de 2013 10:45 BRT
 

BRUXELAS, 9 Set (Reuters) - O grupo de telecomunicações holandês KPN, alvo de uma oferta de compra pela mexicana América Móvil, disse nesta segunda-feira que o vice-presidente financeiro Eric Hageman renunciou com efeito imediato, apenas um ano após assumir o cargo.

O grupo disse em um comunicado que Hageman renunciou por circunstâncias pessoais e que isso não estava relacionado a relações de trabalho ou a situação presente do grupo.

"A KPN irá fazer um novo anúncio sobre o cargo de vice-presidente financeiro assim que possível", disse a empresa.

Hageman foi indicado ao cargo em setembro de 2012. Ele era o vice-presidente financeiro interno desde janeiro de 2012 quando Carla Smits-Nusteling renunciou inesperadamente citando objeções sobre governança interna.

O comunicado da KPN não mencionou a América Móvil, que fez uma oferta de 2,40 euros por ação para comprar os papéis que ainda não detém da holandesa.

(Por Philip Blenkinsop)