Intel prepara chips ultra-pequenos para tecnologias vestíveis

terça-feira, 10 de setembro de 2013 17:13 BRT
 

SAN FRANCISCO, 10 Set (Reuters) - A Intel está trabalhando em uma nova linha de microchips ultra-pequenos e ultra-eficientes para dispositivos de tecnologia vestíveis como relógios e pulseiras, aposta da empresa para garantir que estará no topo da próxima grande onda de tecnologia após chegar atrasada na revolução dos smartphones e tablets.

A nova linha de chips, chamada Intel Quark, será lançada no próximo ano e incluirá uma versão que pode ser ingerida, destinada a usos biomédicos, disse a presidente da Intel, Renee James, a jornalistas na noite de segunda-feira.

Os chips Quark serão cinco vezes menores e 10 vezes mais eficientes do que chips Atom da Intel para tablets e smartphones, disse ela.

"Estamos muito empenhados em não perder a próxima grande onda", disse James.

O presidente-executivo da Intel Brian Krzanich e James falaram nesta terça-feira na conferência anual da empresa, em San Francisco, sua primeira grande aparição pública desde a promoção em maio, quando Paul Otellini afastou-se como presidente-executivo.

Krzanich disse que tablets feitos com chips da Intel com custo de menos de 100 dólares estariam nas prateleiras das lojas para a temporada de festas de fim de ano.

A Intel disse que os primeiros chips feitos com sua tecnologia de ponta de 14 nanômetros começam a ser produzidos no final deste ano e estarão disponíveis em 2014, ajudando a aumentar sua liderança na fabricação dos equipamentos.

Os chips mais avançados da Intel são feitos atualmente com a tecnologia de produção de 22 nanômetros, o que já é mais avançada que as linhas de produção de rivais, como Samsung e TSMC.

(Reportagem de Noel Randewich)