Grupo é preso por "plano audacioso" para invadir PCs do Santander

sexta-feira, 13 de setembro de 2013 11:46 BRT
 

Por Matt Scuffham

LONDRES, 13 Set (Reuters) - A polícia britânica disse na sexta-feira que desarticulou um plano sofisticado e "audacioso" para obter controle sobre os sistemas de computador do banco Santander no Reino Unido e roubar milhões de libras.

Os detetives, que descreveram a conspiração como o caso mais significativo do seu tipo, disseram que prenderam 12 homens que segundo alegações instalaram um dispositivo em uma agência do Santander no sudeste de Londres, que seria capaz de transmitir todos os conteúdos da área de trabalho do computador do banco, permitindo assim o controle remoto do computador.

"O dispositivo havia sido instalado e os oficiais acreditam que o grupo estaria em uma posição de entrar em operação num momento próximo," disse um porta-voz da polícia metropolitana de Londres, complementando que eles evitaram perdas de vários milhões de libras.

O banco disse que um falso engenheiro de manutenção tentando se passar por funcionário de uma empresa de telecomunicação havia consertado o dispositivo, que a polícia descreveu como um teclado-vídeo-mouse (KVM, na sigla em inglês), em um computador na agência de Surrey Quays.

O banco declarou ainda que estava ciente da tentativa de fraude e trabalhou em conjunto com a polícia, complementando que nenhum funcionário estava envolvido.

"O plano falhou e o dinheiro não esteve sob risco", o banco disse. "O Santander opera vários níveis de controles para proteger o dinheiro de seus clientes e este ataque não teria sido bem sucedido".