Conselheiro da Telecom Italia investigado por vazar informações renuncia

sexta-feira, 13 de setembro de 2013 13:32 BRT
 

MILÃO, 13 Set (Reuters) - O membro independente do Conselho de Administração da Telecom Italia Elio Catania, investigado por suposto vazamento de informações privilegiadas sobre a companhia, renunciou ao cargo nesta sexta-feira, disse a empresa.

Em comunicado, a Telecom Italia disse que Catania disse à companhia que decidiu deixar renunciar para que o trabalho dos investigadores e do conselho possam proceder "de forma ordenada".

Na sua carta de renúncia, Catania disse que sempre agiu corretamente.

Catania, membro do Conselho da Telecom Italia desde 2008 e ex-diretor da Intesa Sanpaolo, é suspeito de fornecer informações privilegiadas sobre a Telecom Italia para um jornal, disse uma fonte a par do assunto. A publicação das informações levou a fortes flutuações no preço da ação da companhia.

Em julho, a polícia financeira da Itália revistou escritórios e a casa de Catania como parte da investigação.

A Telecom Italia terá uma reunião do Conselho em 19 de setembro no qual deverá discutir questões-chave de estratégia, incluindo uma remodelagem da estrutura de acionistas.

(Por Danilo Masoni)