16 de Setembro de 2013 / às 14:20 / em 4 anos

Tel Italia atrasa reunião de Conselho-fontes

Por Paola Arosio e Lisa Jucca e Stefano Rebaudo

TURIN, 16 Set (Reuters) - A Telecom Italia desmarcou uma importante reunião do Conselho de Administração que ocorreria em 19 de setembro, pois os diretores da companhia precisam de mais tempo para elaborar uma nova estrutura societária, afirmaram duas fontes com conhecimento direto da situação.

O Conselho deveria discutir uma proposta da Telefónica para compra de participações dos sócios italianos no maior grupo de telecomunicações da Itália.

“O Conselho de 19 de setembro não foi convocado. Já tínhamos um Conselho planejado para 3 de outubro e decidimos nos reunir nesta data,” Bernabè falou a repórteres às margens de uma conferência em Turin.

Os diretores, até agora, recusaram ofertas do magnata egípcio Naguib Sawiris e do grupo baseado em Hong Kong Hutchinson Whampoa.

Mas a administração da Telecom Italia agradeceria uma injeção de dinheiro para impedir o rebaixamento para “lixo” (junk) da nota de seus quase 29 bilhões de euros em dívida, e financiar investimentos necessários para combater as margens cada vez menores no mercado doméstico italiano.

“Os acionistas foram informados que a reunião planejada não vai acontecer”, disse uma das fontes, acrescentando que o presidente do Conselho, Franco Bernabè, ainda não está pronto para apresentar uma nova opção estratégica. Uma segunda fonte confirmou que a reunião foi cancelada.

Os diretores da Telecom Italia devem se reunir em 3 de outubro, de acordo com duas fontes próximas a investidores na Telco, a holding que controla a Telecom Italia com uma participação de 22,4 por cento.

A Telefónica é o maior acionista na Telco, que também conta com os bancos italianos Intesa Sanpaolo e Mediobanca, e a seguradora Assicurazioni Generali.

Os acionistas da Telco tem até o dia 28 de setembro para decidir se romperão seus acordos de acionistas, e muitos disseram que desejavam ver as opções que tinham na reunião de 19 de setembro antes de tomar qualquer decisão.

Os acionistas da Telco passaram a controlar a Telecom Italia em 2007, porém as ações valem hoje uma fração dos 2,8 euros por ação que foram pagos à época.

As ações da Telecom Italia caíram 0,82 por cento, na contramão de uma alta de 1,05 por cento do principal índice de Milão, o FTSE MIB.

Embora a Itália esteja com dificuldades para sair de uma prolongada crise econômica, a Telecom Italia ainda aproveita um fluxo de caixa contínuo na Itália pois é dona da principal rede de linha fixa do país.

O grupo também é rentável na América do Sul, onde controla, dentre outras, a divisão brasileira da Tim Participações..

Por Robert Hetz em Madri; Danilo Masoni em Milão

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below