Sony espera que vendas iniciais do PS4 superem PS3 em 40%

quinta-feira, 19 de setembro de 2013 09:35 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A Sony está apostando que as vendas iniciais do PlayStation 4 serão 40 por cento maiores que a de seu último console, elevando a perspectiva de uma recuperação mais acelerada da divisão de eletrônicos de consumo do grupo.

O console começará a ser vendido quase ao mesmo tempo que o Xbox One, da Microsoft, e será o novo carro-chefe de uma divisão de jogos que, junto a câmeras e dispositivos móveis, está no centro de um plano para revigorar um negócio há muito prejudicado por televisores.

A meta de vendas da Sony para o PS4 é de 5 milhões de unidades entre o lançamento nos Estados Unidos, em 15 de novembro, e o final do ano fiscal da companhia em 31 de março, disse o presidente da Sony, Andrew House, em uma apresentação na Tokyo Game Show nesta quinta-feira.

O PlayStation 3 vendeu 3,6 milhões de unidades em um espaço de tempo parecido sete anos atrás. O que faz a meta do PS4 parecer ainda mais ambiciosa é a data de lançamento no Japão, 22 de fevereiro, o que dará às vendas no país pouco mais de um mês apenas para contribuir para o objetivo.

A pré-venda do PS4 contabilizou 1 milhão de unidades até agosto.

O uso de componentes já existentes em vez de peças especialmente projetadas para o PS4 "permitiu que reduzíssemos a escala de investimento de modo significativo, colossalmente em comparação ao PS3", disse House à Reuters.

A Sony precisou de quatro anos para que o PS3 se tornasse rentável. A companhia espera agora que o PS4 seja lucrativo "muito mais cedo". O PS4 tem "um preço mais atraente", segundo House. O console será vendido inicialmente por 399 dólares nos EUA, comparado com os 599 dólares do PS3 e 499 dólares do Xbox One, que será lançado uma semana depois do PS4.