Executivo da Verizon diz que empresas de tecnologia fazem muito barulho sobre NSA

quinta-feira, 19 de setembro de 2013 10:07 BRT
 

NOVA YORK, 19 Set (Reuters) - Um executivo sênior da Verizon Communications acusou as empresas de tecnologia dos Estados Unidos de "arrogância" em comentários públicos sobre a cooperação forçada com as agências de espionagem dos Estados Unidos, de acordo com uma notícia do site de tecnologia ZDNet.com.

A Verizon se recusou a comentar a matéria, que foi publicada na terça-feira. O ZDNet citou comentários feitos por John Stratton, o diretor de negócios corporativos da Verizon, durante uma viagem de negócios para Tóquio.

Empresas como Google, Microsoft e Yahoo têm pressionado autoridades para divulgar mais sobre suas relações com a Agência Nacional de Segurança (NSA) dos EUA.

De acordo com o ZDNet, Stratton disse que reconhece que é importante para as empresas de tecnologia "assumirem a tribuna um pouco, balançar os braços e protestar em voz alta, de modo a não ofender a sensibilidade dos seus clientes".

Mas Stratton sugeriu que a segurança nacional era mais importante que outras preocupações, de acordo com a matéria.

Entre os documentos vazados pelo ex-terceirizado da NSA Edward Snowden estão alguns mostrando que a agência obteve uma maciça quantidade de dados coletados em ligações telefônicas feitas na rede da Verizon.

Stratton disse que a empresa é obrigada a cooperar com as leis dos países onde opera, de acordo com o ZDNet.

(Por Sinead Carew)